segunda-feira, 25 de março de 2013

Socialização e sensibilização.




A vida social do bebê nem bem começou e lá estão á vista a sensibilização do seu organismo as infecções, vírus e bactérias. É bem comum ser associada algumas doenças ao convívio do bebê com outras pessoas, outras crianças e ambientes. Minha filha esta com dez meses agora e embora não esteja na creche e tenha um acompanhamento severo na alimentação e cuidados, já começam a despontar algumas doenças comuns a relação dela com as outras crianças. Gripes, resfriados e doenças de pele, sejam elas virais ou bacterianas são comuns a esta idade, quando o mundo a eles fica mais interessante e começam a andar, falar um pouco e se socializar com o resto da família. Não é só estando na creche que seu bebê pode ser acometido por esses males, já que nesse momento seu bebê de fato começa a brincar com os irmãos e outras crianças, sai um pouco mais de casa, o que é importante, pois, criar os filhos em uma redoma nunca é bom, é parte do desenvolvimento físico e imunológico essa etapa. O bebê precisa caminhar no chão, brincar com outras crianças, se sujar um pouco. De fato é um terror saber que seu filho poderá colocar na boca objetos que caem no chão, mas se tiver uma boa supervisão quando esta brincando e uma higiene adequada do ambiente, não há nada á temer, se por algum motivo ele adoecer, não precisa proibir as brincadeiras ou se culpar por isso, lembre-se seu bebê esta crescendo e ao passo que se desenvolve vai realmente ficar impossível de manter ele longe das doenças e da sensibilização do organismo. Nesse período costumamos associar tudo as primeiras traquinagens do bebê, mas lembre-se o período da dentição quase sempre por si só acarreta uma sensibilidade maior do imunológico da criança ficando bem mais propício ao aparecimento de doenças. Em geral nesse período como já falei em um desses posts, os médicos não admitem, mas, as mamães veteranas podem confirmar. As diarreias quase sempre traduzidas pelos médicos como alguma intolerância alimentar em geral são parte da fragilização do organismo pela própria dentição, você ficaria surpresa, mas até as urticarias dessa época devem ser observadas pelo pediatra porem tem grandes chances de ser também de consequência desse período de desenvolvimento. Claro, como sempre digo; é importante a visita ao pediatra, mas não se deixe também pirar, observe o estado geral do bebê, e se ele sorrir e se alimenta bem, relaxe e evite os corredores de hospitais e emergências, esse sim um ambiente que eles não devem visitar sem uma necessidade extrema. Agora, deixe seu bebê um pouco mais á vontade é você vai ver como ele cresce saudável, criança que se suja, que bagunça, brinca com outras crianças, fortalece o sistema imunológico, aprende mais rápidos as coisas e fica independente e segura.
Lia Joca

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá,
Que bom que está aqui,
Vamos trocar idéias? Deixe aqui sua dica, dúvida, comentário ou quem sabe ajude-nos a escrever o próximo post nos dizendo sobre o que gostaria de ler.
Abraço,
Lia Joca